terça-feira, 20 de outubro de 2009

roteiro I


meus roteiros são assim. em vez de descrever a cena, já vou diagramando a história. neste caso, a diagramação obedece a um projeto original do tide. o texto também deriva de um anterior, com ideia da ethel leon e pesquisa e elaboração do álvaro de moya. os desenhos, nessa fase inicial, estavam nas mãos do saudoso eugenio colonnese. o tide e a ethel, que coordenavam o trabalho, esperavam um resultado mais acessível, menos acadêmico. fui apresentado a eles por um amigo comum, e convidado a dar uma "cara" mais leve para aquilo tudo. sugeri a mudança dos personagens de carne e osso para marionetes, e uma linguagem mais coloquial, que aproveitasse o humor dos sotaques italiano e alemão. as sugestões foram aceitas, e este é o primeiro esboço da proposta que apresentei a eles. mais tarde fiz ajustes na linguagem para suavizar termos que aqui foram grafados no idioma original, mas que poderiam dificultar a compreensão. sei que essas postagens podem ser um porre para muita gente, mas tenho certeza que serão interessantes para várias pessoas. alguns balões se repetem, pois já apareciam na página anterior, que era vazada no local. coisas do tide, usem também a imaginação. prometo que vai levar apenas dez dias. (para quem fizer mesmo questão de ler os garranchos ilegíveis neste tamanho, é só clicar sobre a imagem que ela aparece em outra janela. para aumentar, control+ e para diminuir, control-).

2 comentários:

Adriana e Filipe disse...

Estas postagens são bem interessantes e não nos importamos que sejam um porre. Neste caso, o porre justifica-se e não deixa más sequelas.Vamos começar a "beber" devagarinho estas imagens com a certeza que vamos chegar ao fim satisfeitos e sem dor de cabeça (se calhar até vamos pedir nova dose) :)

jo fevereiro disse...

"Adrifil", vocês fazem parte daqueles leitores interessantes/interessados a que me referi, que justificaram essa postagem. Bebam a vontade, e espero mesmo que não tenham nenhuma ressaca.
À saúde!